odc_site_peças gráficas_destaque1

odc_site_peças gráficas_destaque2

odc_site_peças gráficas_destaque3

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque4

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque5

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque6

odc_site_peças gráficas_destaque7

odc_site_peças gráficas_destaque8

Observatório lança terceira edição da Revista ODC

ODC revista 2016-03-capa

 

A terceira edição da Revista ODC já está disponível neste site. A linha editorial da publicação destaca o vínculo entre os processos de proteção e promoção da diversidade cultural e desenvolvimento social. Dessa forma, visa contribuir, por meio da análise dos temas da atualidade, para a participação e formação de rede colaborativa, tendo em vista a necessária legitimidade das políticas culturais no espaço público de debate e deliberação.

 

A Revista aborda a temática da diversidade, na perspectiva das dimensões simbólica, produtiva e cidadã da cultura. Ao compartilhar pesquisas, textos acadêmicos e não acadêmicos, estudos de casos, práticas de experimentação e inovação e fontes informativas, propõe a reflexão multidisciplinar.

 

A edição reúne os seguintes artigos nos campos da arte, arte educação, comunicação, cidades, culturas tradicionais, políticas e economia da cultura:

 

– ARTE
A OBRA PARA PIANO SOLO DE CLAUDIO SANTORO – Ideologia, diversidade cultural e idiossincrasia estilística
Victor Marquine da Fonseca

– ARTE-EDUCAÇÃO
IDENTIDADE CULTURAL, EDUCAÇÃO E MUSEUS – Desenvolvendo a educação patrimonial na escola
Janaina Couvo Teixeira Maia de Aguiar

– COMUNICAÇÃO
MORTE AO FALSO METAL: Roko-Loko e a identidade headbanger na revista Rock Brigade
Fábio Gonçalves de Carvalho Ferreira e Giselle Xavier d Ávila Lucena

REPRESENTAÇÃO MIDIÁTICA E SEGREGAÇÃO CULTURAL: As várias facetas da violência na Pequena África
Ana Luiza de Figueiredo Souza

REFLEXÕES SOBRE O CONSUMO DO CARD GAME: “MAGIC: THE GATHERING” a partir dos depoimentos dos jogadores
Pedro Panhoca da Silva

– CIDADE
A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO NO FUNK CONSCIENTE
Pedro Vasconcelos Costa e Silva

REFLEXÕES SOBRE A RELAÇÃO ENTRE CIDADE E CULTURA: O uso da cultura na nova forma de gestão das cidades
Mônica Moreno-Cubillos

– CULTURAS TRADICIONAIS
EM MOVIMENTO: Recorte miúdo e singelo da tensão racial e da presença da mulher na Capoeira Angola
Cidinha da Silva

IRMANDADE DA BOA MORTE: A filosofia da ancestralidade como mecanismo de resistência à subalternidade feminina
Ana Maria Silva Oliveira

TRADIÇÃO E TRADUÇÃO: Afetações no/do Cariri
Keila Almeida Gonçalves

– POLÍTICAS CULTURAIS
SOBRE A DESIMPORTÂNCIA DA CULTURA E A CULTURA BRASILEIRA
Cleise Campos

POLÍTICAS CULTURAIS EM MUSEUS: Panorama e perspectivas do cenário brasileiro
Mélodi Ferrari

POLÍTICAS SETORIAS DE CULTURA NO RJ: Institucionalização e os dilemas da participação social
Juliano Borges e Simone Amorim

CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL DE BELO HORIZONTE: Avanços e desafios da participação social na formulação da política de cultura
Caroline Craveiro

A REPRESENTAÇÃO DA CULTURA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE SANTA MARIA: Um estudo sobre o programa “Mais Cultura”
Ângela Sowa

– ECONOMIA DA CULTURA
FESTIVAL DIAMANTINA GOURMET – Desenvolvimento turístico e valorização cultural
Débora Sales Gomes, Thais Mendes Alves, Tânia Mirailce Mendes Oliveira e Jorge Gabriel Gomes Simões

Acesse as edições anteriores da Revista ODC.

 

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/observatorio-lanca-terceira-edicao-da-revista-odc/

Primavera das mulheres ecoa e faz a diferença na discussão conjuntural

ODC_2016_06_21_03_Primavera das mulheres ecoa e faz a diferença na discussão conjuntural

Nestes dias turbulentos de agitação política e social, com muitos riscos para as conquistas históricas dos movimentos sociais, em que muitas se tornaram políticas públicas – como por exemplo o Sistema Único de Saúde que falamos aqui por estes dias – a primavera das mulheres continua ecoando e fazendo uma grande diferença na discussão conjuntural.

Se em 2013, os jovens deram o tom e mobilizaram a sociedade de diversas formas, as mulheres têm dado o tom. As mulheres vêm ocupando a cena social e política de uma maneira surpreendente. São ações como encontros em praças, coletivos de mulheres jovens, negras, das periferias, universitárias e das favelas, por exemplo.

São ações de afirmação em todos os sentidos. Não há como negar a crescente onda de ações capitaneadas pelas mulheres no sentido de chamar a atenção para questões fundamentais para toda sociedade.

As mulheres vêm demonstrando sua força, não só em trazer debates importantes como assédio, violências contra as mulheres, estupro, maternidade, mas incidindo profundamente nas questões que versam sobre a vida política do país.

Se andamos em um momento difícil e afeito a retrocessos e perdas significativas, temos que aplaudir esse momento ímpar de ação direta das mulheres, tanto no campo , como na cidade. Vida longa à primavera das mulheres!

Fonte: Jornal do Brasil por Mônica Francisco *

* Mônica Santos Francisco – Consultora na ONG ASPLANDE, Colunista no Jornal do Brasil. Coordenadora do Grupo Arteiras

Imagem: O cafezinho

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/primavera-das-mulheres-ecoa-e-faz-a-diferenca-na-discussao-conjuntural/

Raia de ‘Procurando Dory’ será primeiro personagem transgênero da Disney

ODC_2016_06_21_02_Raia de ‘Procurando Dory’ será primeiro personagem transgênero da Disney

O primeiro trailer de ‘Procurando Dory’ revelado semanas atrás chamou a atenção dos internautas pela presença de um possível casal lésbico na animação que estreia no dia 30 de junho. Agora, a atriz Ellen DeGeneres, que dubla a peixinha esquecida Dory na versão internacional, disse ao USA Today que o filme também traz um personagem transgênero.

O personagem é uma raia que já aparece em “Procurando Nemo”, como professor dos peixinhos. Ele terá o nome mudado de Sting-Ray para Sting-Rhonda, um trocadilho entre “raia” em inglês e inversão no gêneros nos nomes.

A mudança vem em um momento em que a Disney tenta incluir maior diversidade em seus filmes. Recentemente, fãs fizeram campanha para que a personagem Elza de “Frozen” e até o Capitão América sejam gays.

Fonte: Geledés

Imagem: Divulgação

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/raia-de-procurando-dory-sera-primeiro-personagem-transgenero-da-disney/

Posts mais antigos «