odc_site_peças gráficas_destaque1

odc_site_peças gráficas_destaque2

odc_site_peças gráficas_destaque3

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque4

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque5

 

 

odc_site_peças gráficas_destaque6

odc_site_peças gráficas_destaque7

odc_site_peças gráficas_destaque8

Programa de imersão em cultura afro-brasileira tem inscrições abertas até 6 de outubro

odc_2016_09_21_3_programa-de-imersa%cc%83o-em-cultura-afro-brasileira-tem-inscric%cc%a7o%cc%83es-abertas-ate-6-de-outubro

 

Projeto AfroTranscedence será realizado de 26 a 29 de outubro no Red Bull Station e propõe o encontro entre pesquisadores e entusiastas da cultura negra

 

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do AfroTranscendence, programa de imersão na cultura afro-brasileira contemporânea. De 26 a 29 de outubro, o Red Bull Station, na região central de São Paulo, recebe o projeto que selecionará 20 pessoas por meio do site http://nobrasil.co/afrotranscendence.

 

A programação imersiva de quatro dias contará com palestras, laboratórios, workshops e vivências artísticas, tudo dividido em três eixos centrais: “Descender para Transcender: descolonizando o conhecimento”; “A memória da Criação: panorama para práticas de inversão no contemporâneo”; e “Estéticas Negra: pesquisa e processos sincréticos”.

 

Neste ano, a imersão terá ainda o Laboratório de Criação AfroTrans, espaço cuja proposta é que os selecionados criem, coletivamente, uma experiência que abordará todas as linguagens artísticas da cultura afro, tendo como pilares a história, a linguagem, o corpo, o som, a imagem e a tecnologia.

 

O programa intensivo será conduzido por especialistas, artistas e pesquisadores da área – como a especialista em cultura bantu Makota Valdina e a pesquisadora, escritora e artista de São Tomé e Príncipe Grada Kilomba. Os interessados em se inscrever devem estar relacionados, de alguma forma, com pesquisas, práticas artísticas ou manifestações tradicionais da cultura afro-brasileira.

 

O AfroTranscendence é uma realização da NoBrasil, plataforma de pesquisa e experimentos curatoriais e conta ainda com uma programação aberta ao público, com atrações como uma palestra de Grada Kilomba e exibição de filmes do Festival de Cinema Africano do Vale do Silício, parceria e intercâmbio inédito no Brasil. A agenda completa será divulgada em breve.

 

Para a diretora criativa e curadora do NoBrasil, Diane Lima, o evento deste ano propõe uma experiência expandida entre diferentes linguagens e tecnologias. “Ao mesmo tempo, o encontro também questionará o racismo estrutural presente nas instituições artístico-culturais e de produção de conhecimento”, diz.

 

Serviço:

AfroTranscendence 2016

Quando: 26 a 29 de outubro

Local: Red Bull Station – Praça da Bandeira, 137, Centro, São Paulo

Inscrições até 06/10 pelo site http://nobrasil.co/afrotranscendence. Grátis.

Mais informações: http://nobrasil.co/afrotranscendence

 

Fonte: Geledés

Imagem: Geledés

 

 

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/programa-de-imersao-em-cultura-afro-brasileira-tem-inscricoes-abertas-ate-6-de-outubro/

Mapeamento da dança nas capitais brasileiras e no Distrito Federal

odc_2016_09_21_2_mapeamento-da-danc%cc%a7a-nas-capitais-brasileiras-e-no-distrito-federal

 

Já está disponível para download o relatório final da pesquisa “Mapeamento da dança – Diagnóstico da dança em oito capitais de cinco regiões do Brasil”, desenvolvida a partir de Termo de Cooperação Técnica entre a Funarte/MinC e a UFBA.

 

O Mapeamento, coordenado por Lucia Matos e Gisele Nussbaumer (UFBA), foi realizado com o apoio de uma rede nacional de pesquisadores de nove universidades públicas, além da UFBA: UNESPAR Campus Curitiba II, UNESP, UFRJ, UFPE, UFC, UFPA, UFG, IFG e UPE. Estiveram envolvidos 22 pesquisadores e 35 alunos de graduação. Capitais: Belém, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Acessem e compartilhem: http://www.mapeamentonacionaldadanca.com.br/

 

Fonte: Mapeamento Nacional da Dança

Imagem: Mapeamento Nacional da Dança

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/mapeamento-da-danca-nas-capitais-brasileiras-e-no-distrito-federal/

Cidadania 2.0 – Sustentabilidade, Juventude e Terceiro Setor

odc_2016_09_21_1_cidadania-2-0-sustentabilidade-juventude-e-terceiro-setor

 

Seminário acontece entre os dias 21 e 24 de setembro, na ONG Contato, em Belo Horizonte

 

O projeto Cidadania 2.0 – Seminário de Sustentabilidade, Juventude e Terceiro Setor em Minas Gerais, é uma iniciativa da ONG Contato, com patrocínio da Fundação Banco do Brasil e o Governo de Minas Gerais, e que se destina a realização de um evento dedicado a reflexão e contribuições de entidades e redes de movimentos sociais para o aprimoramento de práticas e políticas públicas visando o desenvolvimento de projetos voltados para a juventude de periferia, o aprimoramento do marco regulatório do terceiro setor em Minas Gerais e articulação de investidores nacionais para este segmento.

 

O seminário contará com a presença de intelectuais, ativistas, representantes de instituições não governamentais, governos e empresas com o objetivo de contribuir para as reflexões sore o papel do Terceiro Setor no desenvolvimento social utilizando a cultura como elemento de diálogo com a juventude.

 

O evento é gratuito e aberto ao público. Confira a programação abaixo:

 

PROGRAMAÇÃO CIDADANIA 2.0 – MG

 

1º Dia – 21 de Setembro de 2016 – quarta-feira.

19:00 às 20:00 Horas

Abertura Oficial – Presença de Autoridades, Representante das Redes, Parceiros e Público Interessado.

20:00h às 22:00 Horas

A COMUNICAÇÃO COMO AMBIENTE DE COOPERAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL – Busca-se neste encontro refletir sobre elementos da comunicação social na construção de identidade entre redes de movimentos sociais e na construção de um discurso de inclusão social para as novas gerações.

Debatedores: João Paulo Cunha (Jornalista e Presidente do BDMG Cultural) e Maria Rita Kehl (Psicanalista).

2º Dia – 22 de Setembro de 2016 – quinta-feira.

09:00 às 12:00 Horas

INVESTIDORES SOCIAIS – NOVAS FORMAS DE FOMENTO E SUSTENTABILIDADE PARA O TERCEIRO SETOR– neste debate se propõe reunir diferentes fomentadores e investidores sociais para promover o intercâmbio de experiências e políticas de investimento compartilhadas.

Debatedores: Bruna Cerqueira (ICLEI), Isabel Aché (Fundação Vale), Adriana do Carmo (Fundação AcerlorMittal) e Representante da Fundação Banco do Brasil.

14:00 às 18:00h

OFICINA

PRODUÇÃO E GESTÃO EM COLETIVOS E ORGANIZAÇÕES SOCIOCULTURAIS

Educador: Rômulo Avelar.

Ementa: Os papéis dos produtores e gestores nos coletivos e organizações socioculturais; o trabalho coletivo e a montagem de equipes transdisciplinares; as relações com os artistas, com os patrocinadores e com o público; novas formas de co-criação e financiamento coletivo; a aplicação de ferramentas da administração ao universo cultural.

20:00 às 22:00 Horas

JUVENTUDE E PERIFERIA – NOVAS FORMAS DE PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA CONTEMPORANEIDADE – busca-se neste encontro refletir sobre as novas formas de atuação da juventude na construção de políticas públicas e ativismo em rede.

Debatedores: Flávio Renegado ONG Arebeldia e Eliane Costa (Consultora de Cultura).

 

3º Dia – 23 de Setembro de 2016 – sexta-feira.

09:00 às 12:00 Horas

AMBIENTE REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL EM MG – Apresentação das principais diretrizes e desafios do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil no Brasil e gerar debate sobre formas de aprimoramento do marco regulatório do terceiro setor em Minas Gerais.

Debatedores: Mauri Cruz (ABONG – Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais) e Marco Leite (Sub-secretario de Assuntos Municipais da Secretaria de Governo de MG).

14:00 às 18:00h

OFICINA

PRODUÇÃO E GESTÃO EM COLETIVOS E ORGANIZAÇÕES SOCIOCULTURAIS

Educador: Rômulo Avelar.

Ementa: Os papéis dos produtores e gestores nos coletivos e organizações socioculturais; o trabalho coletivo e a montagem de equipes transdisciplinares; as relações com os artistas, com os patrocinadores e com o público; novas formas de co-criação e financiamento coletivo; a aplicação de ferramentas da administração ao universo cultural.

20:00 às 22:00 Horas

DESENVOLVIMENTO SOCIAL E MEIO AMBIENTE – “UM DIÁLOGO NECESSÁRIO” – A proposta é apontar conexões entre as dinâmicas culturais em diálogo com a agenda da sustentabilidade e do meio ambiente.

Debatedores: Ricardo Abramovay (Economista) e Armando Almeida (Ex- Presidente da ONG Onda Azul)

 

4º Dia 24 de Setembro de 2016 – sábado.

14:00 às 18:00 Horas

  • Encontro de Entidades e sistematização das propostas, soluções e fortalecimento da conexão entre as redes, parceiros e investidores;
  • Definir sobre formas de comunicação entre os representantes das redes e proposição de próximos encontros e novas parcerias;
  • Avaliação do Evento.
  • Festa de Encerramento.

 

A ONG Contato está localizada na Rua Pouso Alto, nº. 175, Serra, Belo Horizonte /MG).

 

Fonte: Ongcontato.org

Imagem: Ongcontato.org

 

Link permanente para este artigo: http://observatoriodadiversidade.org.br/site/cidadania-2-0-sustentabilidade-juventude-e-terceiro-setor/

Posts mais antigos «